Nota de Pesar - João Paulo dos Reis Velloso

  Data e Hora: 19/02/2019 16:02:19

A Ordem dos Advogados do Brasil, Secção Piauí, lamenta profundamente o falecimento do economista piauiense e ex-ministro do Planejamento João Paulo dos Reis Velloso, de causas naturais. O ex-ministro estava com 87 anos e residia com a família no Rio de Janeiro.

Natural de Parnaíba-PI, Velloso nasceu em 12 de julho de 1931. Considerado como um político liberal, Velloso transitou em diferentes governos entre 1961 e 1979, correspondendo aos governos de governos Castelo Branco, Costa e Silva, Médici e Geisel.

Segundo o Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getúlio Vargas (CPDOC/FGV), o ex-ministro Velloso entrou para a vida política aos 20 anos de idade, se mudando para a cidade do Rio de janeiro, onde assumiu o cargo como secretário do deputado federal Jorge Lacerda, da UDN (União Democrática Nacional, partido de oposição ao então presidente Getúlio Vargas) de Santa Catarina.

Anos mais tarde, Rei Velloso escriturário do Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Industriários (IAPI), ainda no Rio. Em 1955, passou em concurso público para o Banco do Brasil, trabalhando inicialmente em São Paulo. Posteriormente, ingressou na faculdade de economia na Fundação Armando Álvares Penteado (Faap), mas o curso seria concluído na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), em 1960. Após ser assessor no BB, Reis Velloso trabalhou no gabinete do ministro da Fazenda Válter Moreira Sales no fim de 1961, no governo João Goulart. 

Em 1962, foi estudar na Universidade Yale, em New Haven (EUA), onde obteve o mestrado em Economia, em maio de 1964.

Reis Velloso foi então trabalhar no Ministério do Planejamento, comandado pelo economista Roberto Campos, ícone do liberalismo econômico no País. Na nova função, ainda conforme o CPDOC da FGV, Reis Velloso organizou e chefiou, até 1968, o Escritório de Pesquisa Econômica e Social Aplicada (EPEA), hoje Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Em abril de 1968, assumiu o cargo de secretário-geral do Ministério do Planejamento. 

Reis Velloso assumiu como ministro no fim de 1969, em seguida da posse do general Emílio Garrastazu Médici na Presidência. À frente do Ministério do Planejamento, coordenou as duas edições do Plano Nacional de Desenvolvimento (PND). O I PND foi lançado em 1972, e o II PND, em 1974.

O ex-ministro deixou o Ministério do Planejamento em 1979. O general João Batista de Figueiredo, indicaria o ex-ministro da Fazenda Mário Henrique Simonsen para a pasta do Planejamento. 

O Piauí perde um dos seus mais destacados intelectuais, membro da Academia Piauiense de Letras, homem íntegro e de forte cultura.

Imbuída de pesar, a OAB-PI resigna-se pela perda sofrida, ao tempo em que roga pelo conforto de familiares e amigos.

 

Com informações do Estadão Conteúdo 

Foto: Wilson Dias/Angência Brasil


Mais notícias


40 formandos de Direito do ICF vistam a Sede da OAB-PI
Data/Hora: 18/03/2019 19:01:43
Nota de Pesar - Francisco Machado Santana
Data/Hora: 18/03/2019 18:05:33
PROCON Municipal é inaugurado em Teresina
Data/Hora: 18/03/2019 17:45:25
Confira os locais de prova da 1ª Fase do XXVIII Exame de Or
Data/Hora: 16/03/2019 16:47:43
Painel fecha programação da Semana do Consumidor
Data/Hora: 15/03/2019 17:57:21
Leia todas as notícias

Dúvidas? Fale com a OAB-PI.

    OAB - Seccional Piauí
    Rua Governador Tibério Nunes - S/N Cabral | Teresina-PI

    Fale com a OAB