Comissão solicita parcelamento de custas à Corregedoria de Justiça

  Data e Hora: 22/06/2018 15:06:31

A Comissão de Relação com o Poder Judiciário (CRPJ) esteve nessa quinta-feira (21) na Corregedoria Geral de Justiça do Piauí para cobrar uma resposta acerca de requerimento da Ordem dos Advogados do Brasil, Secção Piauí, para que as custas judiciais no âmbito do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ/PI) sejam parceladas.

De acordo com o presidente da CRPJ, Einstein Sepúlveda, a medida já é adotada em outros tribunais, tal qual o TJ/MA, que promove o parcelamento das custas em até doze vezes. Isso, segundo o advogado, facilitaria o acesso à Justiça e estimularia o pagamento por parte dos jurisdicionados, principalmente diante das elevadas custas cobradas atualmente no Estado. A ideia é que o parcelamento seja disponibilizado no site do Tribunal de Justiça do Piauí.

“Sabemos que muitas vezes as pessoas não ingressam com as ações judiciais pelo fato de não quererem pagar as custas. Então, preocupados com isso, estivemos hoje reiterando junto a Corregedoria, que acenou positivamente no sentido de conversar com o Fermojupi para encontrar a solução necessária”, comentou Einstein Sepúlveda.

O pedido foi recebido pelo corregedor geral de Justiça, Desembargador Ricardo Gentil, e pela juíza auxiliar Melissa Pessoa, que consideraram que a medida pode, inclusive, contribuir com o incremento da arrecadação pelo próprio Tribunal de Justiça.


Mais notícias


OAB Piauí realiza campanha de doação de brinquedos em alu
Data/Hora: 11/10/2019 17:20:00
“Prerrogativas Itinerante” percorrerá cidade de Campo M
Data/Hora: 11/10/2019 16:58:56
Presidente da Comissão de Direito das Famílias e Sucessõe
Data/Hora: 11/10/2019 15:45:16
OAB Piauí integra mesa de honra durante solenidade no Palá
Data/Hora: 11/10/2019 11:12:20
OAB recebe I Encontro Piauiense da Associação Nacional da
Data/Hora: 10/10/2019 18:49:35
Leia todas as notícias

Dúvidas? Fale com a OAB-PI.

    OAB - Seccional Piauí
    Rua Governador Tibério Nunes - S/N Cabral | Teresina-PI

    Fale com a OAB