CDH promove roda de diálogos com alunos da PM

  Data e Hora: 25/01/2018 16:01:29

Em parceria com a Polícia Militar do Piauí, a Comissão de Direitos Humanos da OAB-PI realizou, na manhã desta quinta-feira (25), uma roda de diálogos com alunos em formação para ingresso nos quadros dos policiais militares do Estado. O evento contribuiu com a formação e atuação dos futuros profissionais da segurança pública pautando como alicerce a garantia dos direitos humanos.

Os alunos foram acolhidos no auditório da Escola Superior de Advocacia do Piauí (ESA-Piauí) pelo presidente da Ordem no Piauí, Chico Lucas. “A convivência em harmonia entre instituições deve ser cumprida. É muito salutar a realização de eventos como esse que estreitam as nossas relações. Falar de direitos humanos é tratar de tudo que diz respeito ao indivíduo enquanto cidadão e a forma como ele se expressa, ou seja, é fundamental”, colocou o presidente da OAB-PI, Chico Lucas.

Em sua fala, o presidente da Comissão de Direitos Humanos, Marcelo Mascarenhas, recordou que em 2018 a Declaração Universal dos Direitos Humanos completa 70 anos, quando ao final da II Guerra Mundial, as nações se comprometeram definitivamente com a promoção da dignidade humana em todos os lugares.

“É oportuno relembrar que os direitos humanos são para todos em tempos de desafios crescentes em que a discriminação e a violência ainda vitimam nossa sociedade. Assim como a Polícia Militar, toda atuação do Estado deve ser espelhada nos princípios dos direitos humanos, porque o Estado detém a bandeira da força. Quando não atua conforme os direitos humanos, ele corre o risco de se tornar arbitrário, autoritário. Os direitos humanos devem ser o alicerce para todo o progresso”, afirmou Marcelo Mascarenhas.

Após a abertura, a turma de futuros policiais militares presente participou de uma roda de diálogos com a presença do vice-presidente da OAB-PI, Lucas Villa, da integrante da Comissão de Direitos Difusos e Coletivos, Geysa Costa, do presidente da Comissão de Direitos Humanos e da integrante Angélica Coelho.

Durante o debate, o vice-presidente da casa debateu sobre as distorções do senso comum sobre os direitos humanos.  Normalmente, quando os direitos humanos são colocados em pauta, a maioria das pessoas iniciam uma sequência de ataques no sentido de dizerem que os direitos humanos só servem para defender a parte das pessoas à margem da sociedade.  “Os direitos humanos são também para as vítimas e para os policias. Por isso devemos conversar sobre a história dos Direitos Humanos e seus fundamentos, entendendo porque são tão importantes que se conheçam, se respeitem e se protejam”, afirmou Lucas Villa.

Representando a Polícia Militar o coronel Rogério Almeida agradeceu a oportunidade de aprendizado com os advogados da OAB-PI. “A OAB tem um papel fundamental no exercício da democracia do Brasil. Agradecemos o apoio da Ordem pelo acolhimento e abertura ao diálogo”, finalizou o coronel.  


Mais notícias


OAB Piauí presta esclarecimentos jurídicos na 26ª ediçã
Data/Hora: 11/11/2019 16:07:58
Curso de Aperfeiçoamento Seletivos de Pós-Graduação Stri
Data/Hora: 11/11/2019 12:50:37
Inscrições abertas para o “Debate e Argumentação Foren
Data/Hora: 11/11/2019 11:02:30
Comissão de Apoio à Vítima de Violência integra VII Marc
Data/Hora: 11/11/2019 10:02:55
OAB Piauí e PROMAD: uma parceria com inúmeros benefícios
Data/Hora: 11/11/2019 08:03:25
Leia todas as notícias

Dúvidas? Fale com a OAB-PI.

    OAB - Seccional Piauí
    Rua Governador Tibério Nunes - S/N Cabral | Teresina-PI

    Fale com a OAB