Oeiras recebe lançamento do Livro Esperança Garcia durante Noite Cultural

  Data e Hora: 24/01/2018 18:01:51

Na noite desta terça-feira (23), a sociedade oeirense foi contemplada com o lançamento do Livro “Dossiê Esperança Garcia – Símbolo de Resistência na Luta pelo Direito” durante a programação do 195º Aniversário de Adesão do Piauí à Independência do Brasil, a chamada Noite Cultural, que aconteceu no Café Oeiras. O evento é uma realização da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, em parceria com a Subseção da OAB de Oeiras, a Comissão da Verdade da Escravidão Negra no Brasil e o Governo do Estado e contou com a presença de autoridades locais.

Representando a OAB-PI, a secretária geral adjunta, Élida Fabrícia Franklin, parabenizou o trabalho da Comissão e de todos que abraçaram a ideia da criação do Dossiê.

 “Hoje é um momento histórico, pois nós viemos aqui fazer o lançamento oficial do Livro Esperança Garcia no Estado do Piauí. Nos orgulha muito apresentar esse trabalho à sociedade de Oeiras, que conta a história de mulher negra e que não se rendeu à sua condição de escravizada. Ela representa a altivez, a coragem de um povo que decidiu não silenciar diante das atrocidades que sofriam. Nosso Conselho Seccional acolheu o pedido e conferiu o título de primeira mulher advogada do Estado do Piauí”, declarou Élida Franklin.

A presidente da Comissão da Verdade da Escravidão Negra (CVEN) da OAB-PI, Maria Sueli Rodrigues, falou do objetivo do Dossiê. “Esse trabalho tem a intenção de reconhecer Esperança Garcia como a primeira mulher advogada, o que significa fortalecer a luta por Justiça e por direitos, principalmente a luta das Esperanças Garcias do presente.  Que esse símbolo seja um alento para as lutas por Justiça em nosso Estado”, ressaltou.

Também prestigiando o evento, a vice-presidente da CVEN, Andreia Marreiro, falou da importância do papel da Esperança Garcia para o Estado. “Esperança Garcia é essa mulher que nos orgulhar de ser piauiense. A produção desse dossiê parte de uma motivação que é conhecer a história do nosso Estado e termos motivos para nos orgulharmos dela. Esperança Garcia é essa mulher que nos orgulha com sua força, sua ousadia e que soube reconhecer os seus direitos e lutar por eles”, comentou Andreia Marreio durante a solenidade.

Ainda na oportunidade, a presidente da Subseção da OAB de Oeiras, Sânia Mesquita, declarou que “o Lançamento hoje aqui em praça pública só reforça o desejo de continuar lutando por direitos, por liberdade, por igualdade”, declarou.

A vice-governadora do Estado do Piauí, Margarete Coelho, falou do valor da carta para a época e para os dias atuais. “A Carta de Esperança Garcia é um verdadeiro Habeas-Corpus, por que o que ela pede foi também em favor das companheiras, dos seus filhos. Pede em nome do direito, inclusive de manifestação religiosa que não era dela, que era adquirido do colonizador e que ela soube usar isso ao seu favor. Isso é uma forma de demonstrar sua força”, finalizou.

Em seguida, os convidados puderam adquirir a edição do Livro, que foi autografada pelos integrantes da Comissão da OAB-PI. O evento contou ainda com a apresentação musical do Forró da Dandinha. Registrou-se ainda a presença dos membros da Comissão de Verdade e Escravidão Negra Lucas Pereira e Ruimar Batista.


Mais notícias


OAB Piauí participa de reunião para debater questões do s
Data/Hora: 22/10/2019 12:13:36
OAB Piauí trata do sistema REDESIM com Delegado da Receita
Data/Hora: 21/10/2019 16:39:05
OAB Piauí inaugura estacionamento exclusivo para a classe a
Data/Hora: 21/10/2019 15:05:03
Mais de 2 mil candidatos realizam a primeira fase do XXX Exa
Data/Hora: 21/10/2019 14:52:07
Comissão da OAB Piauí realiza vistoria no CEM
Data/Hora: 21/10/2019 12:20:29
Leia todas as notícias

Dúvidas? Fale com a OAB-PI.

    OAB - Seccional Piauí
    Rua Governador Tibério Nunes - S/N Cabral | Teresina-PI

    Fale com a OAB