CDDH ministra palestra para alunos do Colégio Liceu Piauiense

  Data e Hora: 29/08/2017 12:08:48

A integrante da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos (CDDH) da OAB-PI Angélica Coelho ministrou, nesta segunda-feira (29), a palestra, “Direitos Humanos – Nós não precisamos de muita coisa. Só precisamos de uns dos outros” para alunos do Colégio Estadual Zacarias de Góis – Liceu Piauiense.

A ação fez parte do Projeto Curta Liceu Direitos e Humanos, idealizado pelo professor de filosofia Leônidas de Sá, que tem o objetivo esclarecer os estudantes sobre atuação e importância dos Direitos Humanos na sociedade.

Diante de um auditório lotado, Angélica Coelho falou sobre o atual contexto dos Direitos Humanos, bem como do trabalho que vem sendo feito pela OAB Piauí para descontruir velhos estereótipos.

“A OAB-PI, por meio da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos, vê com muita alegria a iniciativa do professor Leônidas Sá de promover esse debate que coaduna com outro Projeto nosso que visa desmitificar velhos estereótipos sobre os Direitos Humanos. Portanto, eventos como este servem para mostrar, especialmente aos jovens, que esse é um direito para todos”, frisou a advogada, esclarecendo que a CDDH tem realizado visitas e ministrado palestras em cidades do Piauí, visitando escolas e veículos de comunicação.

Participaram também da ação os membros Luziane Ribeiro, Mayra Brandt e Maria Elza dos Santos, e o estagiário João Felipe.


Mais notícias


Em Regeneração, OAB Piauí alinha estratégias com a prefe
Data/Hora: 13/11/2019 18:06:49
Incentivo ao esporte piauiense é tema de reunião da Fundes
Data/Hora: 13/11/2019 16:13:35
Reunião aberta debaterá “Limites da Publicidade na Advoc
Data/Hora: 13/11/2019 16:08:44
Reunião debate a importância da inserção da mulher na po
Data/Hora: 13/11/2019 15:33:37
Comissão de Proteção e Defesa dos Animais acompanha resga
Data/Hora: 13/11/2019 12:15:39
Leia todas as notícias

Dúvidas? Fale com a OAB-PI.

    OAB - Seccional Piauí
    Rua Governador Tibério Nunes - S/N Cabral | Teresina-PI

    Fale com a OAB