Advogados poderão participar de pesquisa de satisfação do TJ-PI

  Data e Hora: 23/05/2017 15:05:31

Teve início nessa segunda-feira (22) uma pesquisa que vai aferir a satisfação e o clima organizacional no Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI). O levantamento será realizado de forma virtual e presencial pela empresa Megaquality Consultoria, do estado do Paraná, que terá 45 dias para executar o trabalho. Os advogados piauienses também poderão manifestar suas opiniões respondendo aos formulários que serão disponibilizados nos Fóruns.

A secretária de Planejamento do TJ-PI, Almira Alice, explica que serão realizadas duas pesquisas, com as fases de divulgação, coleta de dados e apresentação dos resultados, que atendem a iniciativas do Tribunal, por meio da Secretaria de Planejamento, no sentido de melhorarmos a imagem institucional do TJ-PI. “Esperamos ter acesso a dados importantes que nos permitam descobrir quais são nossos pontos fortes e fracos e, a partir daí, traçarmos estratégias para evoluirmos. Também saberemos o que os parceiros e o cidadão pensam do Tribunal e também como o servidor se sente aqui dentro. Queremos ouvir nosso servidor para que possamos melhorar e servir melhor todo o jurisdicionado”, afirmou Almira Alice.

A pesquisa de clima organizacional será toda online, com as respostas sendo emitidas pela internet, em site específico a ser fornecido pela empresa contratada. Na página do TJ-PI na internet haverá um banner direcionando os servidores para o formulário de respostas. Já a pesquisa de satisfação será feita online e presencial. Essa pesquisa terá dois mil entrevistados, sendo 1.600 que serão pesquisados de forma presencial (o cidadão que vai aos Fóruns em busca de um serviço) e 400 de forma virtual, sem prejuízo do público destinado para a pesquisa online (os parceiros advogados, procuradores, promotores e defensores públicos) ser entrevistado de forma presencial.

“Ao iniciarmos as pesquisas, precisamos que todos os magistrados chefes de Comarcas, de Varas e de unidades judiciárias, convoquem seus servidores a responderem às pesquisas, pois quanto mais pessoas responderem, mais informações teremos e mais poderemos fazer para melhorar o trabalho de todos”, comentou a secretária Almira Alice, reforçando que é ouvindo o cidadão e os servidores que o Tribunal pode evoluir em seus pontos fracos e aperfeiçoar os fortes.


Mais notícias


OAB Piauí trata de demandas da advocacia em reunião com C
Data/Hora: 18/10/2019 20:26:28
Diretoria da OAB Piauí participa da inauguração da Centra
Data/Hora: 18/10/2019 17:47:34
Comissão da OAB Piauí participa de reunião na Escola Comr
Data/Hora: 18/10/2019 16:54:04
OAB Piauí atua em prol da criação de Frente Parlamentar d
Data/Hora: 18/10/2019 14:57:09
Presidente da OAB Piauí será homenageado com Medalha da Or
Data/Hora: 18/10/2019 14:28:47
Leia todas as notícias

Dúvidas? Fale com a OAB-PI.

    OAB - Seccional Piauí
    Rua Governador Tibério Nunes - S/N Cabral | Teresina-PI

    Fale com a OAB