Instituições debatem Cibersegurança e Direito Digital

  Data e Hora: 28/04/2017 18:04:09

Na noite desta quinta-feira (28), a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, em parceria com a Escola Superior de Advocacia do Piauí e a Pós-graduação da Faculdade Estácio Ceut, realizou o "I Encontro Cibersegurança e Direito Digital", no Auditório da Ordem.

Iniciando os trabalhos, o presidente da Seccional Piauí, Chico Lucas, parabenizou o tema abordado e se colocou à disposição para desenvolver mais temas como este.

“Fico muito feliz com a presença de todos e de palestrantes tão qualificados para o assunto. Esse tema é o reflexo sobre o como Direito deve avançar, trazendo segurança para os operadores do Direito e para a informação. Sempre que possível, a Ordem desenvolverá eventos que abordem temas semelhantes, colocando nossa insituição na vanguarda do século XXI”, afirmou Chico Lucas.

Sob o tema "Sequestro de Dados de Pessoas e Empresas: Os impactos sociais e jurídicos no Mercado Atual", o evento promoveu o conhecimento a pessoas e empresas sobre o Sequestro de Dados e os efeitos sociais e jurídicos na Sociedade, identificou os aspectos relevantes sobre Sequestro de Dados, analisou as consequências sociais da imagem de pessoas e empresas, avaliou os aspectos jurídicos sobre o impacto do ataque e demonstrou os gastos financeiros relacionado às ocorrências.

Os participantes acompanharam ainda as explanações feitas pelos palestrantes: presidente da Comissão de Direito Eletrônica da OAB-PI, Alan Carvalho Leandro; o vice-presidente da Comissão de Direito Eletrônica da OAB-PI, Eduardo Henrique Tobler Camapum; o Perito da Polícia Federal, Weyler Lopes, o Delegado de Repressão aos Crimes de Internet, Daniel Pires e o Diretor de Tecnologia da Informação da UFPI, Armando Soares Sousa.

Segundo o coordenador dos cursos de especialização em Tecnologia da Estácio Ceut e um dos coordenadores do Encontro, Raimundo Neto, a tendência de migração dos ataques para pessoas físicas preocupa no Brasil, dada a situação ruim do país em relação a outros crimes digitais.

"Somos hoje, segundo a Kaspersky, o maior alvo de ataques de phishing (o envio de links maliciosos por e-mail ou mensagem no celular, que induzem ao clique), principal porta de acesso dos sequestradores digitais a nossos dados. O país sofre também com o maior número de ataques de códigos maliciosos a sistemas bancários, golpe que rouba dados de correntistas e transfere dinheiro de suas contas", explicou.


Mais notícias


OAB Piauí decreta luto oficial de três dias pelo falecimen
Data/Hora: 16/11/2019 10:12:11
Presidente da OAB Piauí recebe representantes do CEJA nesta
Data/Hora: 14/11/2019 12:28:58
“Diálogos pelo Direito à Educação” discute aplicaça
Data/Hora: 14/11/2019 11:51:45
Em Regeneração, OAB Piauí alinha estratégias com a prefe
Data/Hora: 13/11/2019 18:06:49
Incentivo ao esporte piauiense é tema de reunião da Fundes
Data/Hora: 13/11/2019 16:13:35
Leia todas as notícias

Dúvidas? Fale com a OAB-PI.

    OAB - Seccional Piauí
    Rua Governador Tibério Nunes - S/N Cabral | Teresina-PI

    Fale com a OAB